Diretor: 
João Pega
Periodicidade: 
Diária

Despedimentos na EPVL. Grupo GPS confirma reestruturação


tags: Mealhada, Mealhada, Mealhada, Mealhada, EPVL, Mealhada Categorias: Região sexta, 19 junho 2020

O Grupo GPS, atual proprietário da Escola Profissional Vasconcellos Lebre, confirma que já houve contactos com trabalhadores da Escola tendo em vista a revogação dos contratos, bem como já propôs a outros uma alteração das funções. Ao que o Jornal da Mealhada conseguiu apurar, cerca de uma dezena de trabalhadores já foram dispensados.

"Na defesa da sustentabilidade imediata da escola, iniciámos conversações com alguns trabalhadores para saber da sua disponibilidade para um eventual acordo mútuo com vista à revogação dos seus contratos de trabalho. Aliás, nalguns casos, dando seguimento a contactos já iniciados pela anterior gerência. Refira-se também que, noutros casos, para assegurar a continuidade de alguns postos de trabalho, está a ser negociada/acordada com os trabalhadores a possibilidade de virem a desempenhar funções idênticas às que tinham nesta escola noutros estabelecimentos de ensino próximos", conta ao Jornal da Mealhada uma fonte do Grupo GPS.

O Bloco de Esquerda Mealhada denunciou, nas redes sociais, que já teria havido despedimentos na Escola desde que o Grupo GPS assumiu a administração. Segundo o que o Jornal da Mealhada apurou, cerca de uma dezena de trabalhadores já terão sido sondados tendo em vista a revogação dos contratos.

Um trabalhador da Escola contou ao Jornal da Mealhada que foi chamado para negociar a rescisão do contrato. "Disseram que não precisavam de tantas pessoas a fazer as minhas funções e chegámos a acordo para a indemnização. E sei que o vão fazer com mais pessoas", adianta o funcionário.

O Grupo assegura não se tratarem de despedimentos, mas sim negociações com vista a encontrar um acordo. "Em qualquer caso, será sempre cumprida a Lei em vigor", aponta a mesma fonte.

Avança ainda que se trata de um processo normal antes de cada ano letivo. "Aproximando-se mais um novo ano letivo (2020/2021), será expectável que possam ocorrer ajustes diversos, em função das necessidades que resultem das turmas que vierem a ser constituídas. Tudo para que a EPVL cumpra a sua missão, muito importante para a Mealhada e a região da Bairrada", completa.